cardápio da dieta dos pontos

Recorde de público e crítica, essa dieta é uma das mais pedidas pelas leitoras de BOA FORMA. Pudera: você escolhe o que quer comer e monta seu prato onde quiser. A nova versão tem apenas uma mudança! Alimentos com gordura trans – a pior de todas – devem ficar de fora.

É a primeira vez que esse sistema de emagrecimento – um best-seller das dietas, há mais de 40 anos na lista das mais seguidas no Brasil – sugere fechar a boca para um tipo de alimento. E existe uma boa razão para isso. A trans engorda mais que as outras gorduras, especialmente no abdômen. Então, veja pelo lado bom. Sem essa inimiga, dá para secar ainda mais rápido a barriguinha.

Na nova dieta, a troca de pães e massas refinadas pela versão integral também ganhou ênfase. “Por serem ricos em fibras, os alimentos integrais aumentam a sensação de saciedade. E isso ajuda a controlar os pontos”, explica a nutricionista Mônica Beyruti, de São Paulo. Mas você não precisa se sentir forçada a abrir mão do pãozinho francês ou do arroz branco. Na dieta dos pontos, o pulo do gato continua sendo perder peso de forma prazerosa. Então prepare a calculadora e consulte as tabelas de alimentos para montar seu prato como e onde quiser – em casa, no fast food, na lanchonete, no quilo… E emagreça sem sacrifício!


Como funciona
No lugar de calorias, nessa dieta você soma pontos (cada ponto vale 3,6 calorias). Assim, fica livre de um cardápio pronto, colocando no prato só aquilo de que gosta. Claro que tem um limite. Para secar até 4 quilos em um mês, você tem direito a consumir 320 pontos (ou quase 1200 calorias) por dia.

Para não perder as contas, mantenha as tabelas abaixo sempre por perto. O ideal é reservar entre 160 e 176 pontos (isto é, entre 50% e 60% do total permitido) para os carboidratos (pães, massas, cereais – integrais, de preferência -, frutas, legumes e verduras). Já as proteínas (carnes, leite, queijo, iogurte – especialmente as versões magras – e grãos) devem somar entre 33 e 50 pontos (o que equivale de 10% a 15% do total) e as gorduras (óleo, azeite, manteiga e castanhas) até 96 pontos (30% do total diário). Só não esqueça que tem gordura embutida em vários alimentos.

dieta dos pontos tabela completa para imprimir

Dicas para sua dieta dar certo
Faça um diário alimentar, anotando tudo o que comeu. Some os pontos depois do almoço e antes do jantar. Assim você tem ideia de quanto ainda tem direito de consumir.

Nas refeições principais, desconte 15 pontos do tempero usado no preparo da comida.

Se for fritura, multiplique os pontos indicados na tabela por 3. E por 4 no caso de empanado ou à milanesa. Exemplo: um bife grelhado tem 56 pontos e à milanesa 224.

Ultrapassou a cota? Compense, comendo menos na próxima refeição.

Coma um bom prato de salada antes do principal. É saudável e evita que você exagere nos alimentos mais calóricos, ou melhor, com muitos pontos.

Coma a cada três horas. Além de manter o metabolismo mais ativo – importante para queimar a gordura acumulada -, você chega menos voraz na próxima refeição.

Mastigue várias vezes cada bocado de alimento.

Evite muito líquido na refeição. Beba no máximo um copo pequeno.

Mexa-se. Isso acelera o resultado da dieta.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *